A Época Negócios publicou essa matéria bem interessante com o publicitário, presidente do grupo ABC, falando sobre a importância da inovação no crescimento das empresas.

 

 

 

O publicitário encerrou os debates do Fórum de Empreendedores, realizado em Campos do Jordão. Durante sua apresentação, falou que o Brasil tem bom gestores, mas ainda peca no quesito inovação. “E sem inovação, não vamos chegar lá. Se continuarmos a fazer as coisas da mesma maneira velha, não vamos nos tornar mais competitivos”, afirma.

Numa apresentação na qual esbanjou suas boas frases, Nizan disse que “o empreendedor é um sonhador disciplinado”, que sai sempre de sua zona de conforto para fazer o negócio crescer. No entanto, é preciso saber qual é a sua vocação. Citando o período em que ficou fora do mundo publicitário e comandou o iG, Guanaes afirmou que inovar é diferente de inventar.

Aos empresários presentes no Fórum, o publicitário apresentou a Endeavor, grupo mundial que trabalha para a evolução do empreendedorismo no mundo todo. No Brasil, fazem parte do conselho do instituto, nomões como Beto Sicupira, Jorge Paulo Leman, Marcel Telles e Pedro Passos. Em vez de dinheiro, esses empresários bem-sucedidos oferecem seu tempo aos novos empreendedores, aconselhando e ajudando nas decisões.

Alertando para o bom momento do país, o presidente do Grupo ABC disse que tem investido seu tempo em ser um embaixador do Brasil, viajando o mundo todo para apresentar o potencial do país. “O Brasil é um país novo rico. Tem bala, mas não conhece ninguém”, disse. O publicitário acredita que todos os empresários brasileiros deveriam seguir seu exemplo e também se esforçar para divulgar o país lá fora. “Quando a maré sobe, todos os barcos sobem junto”, disse Nizan.

Nizan Guanaes também falou de sua carreira e de tudo que fez até chegar ao grupo ABC, que hoje vale R$ 1 bilhão. O empresário garante que não tem planos de vender a empresa. Pelo contrário, quer torná-la a décima maior empresa de comunicação e marketing do mundo.
O publicitário acredita que saber aonde quer chegar é fundamental para o empreendedor dar o primeiro passo. “A vida é igual a um campo de aeroporto: é do nada para o nada. Só faz sentido se voar”.